Sanskrit & Trika Shaivism (English-Home)

O Javascript está desativado! Cheque este link!


PortuguêsBR-Home - Default

A Home Page em português brasileiro

24/09/2019 - Mais notícias: Leia aqui!

pic 23

  1. Publiquei, em nosso website 'Galeria de Parabhairavayoga', todas as fotos tiradas durante minha estadia em Budapeste em agosto!
  2. Natalia Ambikā esteve trabalhando muito intensamente em suas traduções ao russo: (1) Como escrever em Sânscrito, (2) Primeiros traços 1, (3) Primeiros traços 2, (4) Tabelas, e (5) Antigos caracteres sânscritos. Assim, a tradução de toda a seção Escrita está completa. Parabéns!
  3. Ainda estou escrevendo meu quarto livro totalmente em Sânscrito. Terminei a primeira metade!
  4. Aproveite!

03/09/2019 - Canal de YouTube: Atualização

pic 21

  1. Atualização no meu canal do YouTube após minhas atividades em Budapeste ao longo de duas semanas: Todos os '8 principais vídeos' que cobrem minhas atividades espirituais em Budapeste durante agosto estão agora publicados no YouTube. Quase 900 minutos (15 horas) de gravação recheada de conhecimento de Shaivismo Trika e rituais tântricos!
  2. O que virá em seguida? Em breve, Natalia Ambikā, minha esposa -geralmente chamada de 'Gurumā'-, irá publicar 'no Facebook' curtos (ou às vezes não tão curtos) vídeos gravados com outra câmera. Esses vídeos mostrarão as coisas de outros pontos de vista. Por exemplo, alguns desses vídeos vão, 'espero', mostrar o fogo no ritual (o qual não foi mostrado no vídeo principal do ritual, pois a câmera permaneceu fixa em nós, os cantores). Obviamente, terei que editar todos esses numerosos vídeos primeiro, o que consome muito tempo, como de costume. Estou na correria, então! Nunca descanso!
  3. Aproveite!

11/08/2019 - Novas traduções: Leia aqui!

pic 20

  1. Por um lado, nossa colaboradora Natalia Ambikā traduziu ao russo três novos documentos: Aprendendo Sânscrito - Citações sânscritas 1: Famosas citações sânscritas - Parte 1, Aprendendo Sânscrito - Primeiros Passos (5): O alfabeto sânscrito e os níveis da Criação - Parte 2 e Aprendendo Sânscrito - Primeiros Passos - 1: Apêndice de Aprendendo Sânscrito - Primeiros Passos (4) e (5). Incrível trabalho! Parabéns!!!
  2. Por outro lado, nossos colaboradores Paulo e Claudio concluíram a tradução ao português brasileiro das estrofes 75 a 78 do Paramārthasāra de Abhinavagupta. Parabéns também!!!
  3. Enquanto isso, continuo compondo meu quarto livro, escrito totalmente em Sânscrito (obviamente, forneço também a tradução). Já concluí por volta de um terço dele!
  4. Aproveite!

11/07/2019 - Tantrāloka: Capítulo 5

pic 20

  1. O quinto capítulo do Tantrāloka, que trata do Āṇavopāya (o meio que pertence a 'aṇu' ou ser limitado), está publicado!
  2. Até agora, traduzi 1114 das 5847 estrofes (por volta de 19% da escritura inteira).
  3. Neste quinto capítulo, Abhinavagupta explicou: (i) Meditação por meio do intelecto, (ii) pronúncia por meio da essência da respiração, (iii) surgimento da Consciência, (iv) entrada no Mais Alto Princípio e (v) a característica do caminho, (vi) concentração na qual se usam os órgãos, e (vii) o princípio da palavra.
  4. Quero agora explicar algumas coisas: Na minha tradução de todo o Tantrāloka, incluo muitas porções que vêm diretamente do comentário denominado Viveka, de Jayaratha. Por quê? Para adicionar informações vitais sem tornar praticamente impossível a compreensão dos ensinamentos de Abhinavagupta. Isso me força a ler o comentário diretamente em Sânscrito. Até agora, já li mais de 1100 páginas de um total de 4000! Não é brincadeira. E isso explica por que demoro algum tempo para publicar minhas traduções. Mas há outro motivo para as minhas demoras: Livros. Escrevi três livros até agora esse ano, e vou iniciar agora o quarto. E não são livros muito pequenos... Você já sabe o quão prolífico eu sou em tudo que faço, certo? Então, espere que os dois primeiros livros realmente não sejam muito pequenos (ambos totalizam por volta de 800 páginas ou mais). E o quarto, que estou prestes a escrever, poderá se tornar uma Bíblia inteira em tamanho. Consequentemente, para publicar o sexto capítulo do Tantrāloka, haverá uma compreensível demora.
  5. Outras atualizações: Dávid Durvāsās traduziu ao húngaro todo o capítulo 3 do Tantrāloka. E Natalia Ambikā traduziu ao russo as seguintes páginas: Aprendendo Sânscrito - Primeiros Passos (3), Aprendendo Sânscrito - Primeiros Passos (4), Tabela de Tattva-s - Categorias da manifestação de acordo com o sistema Trika e Tattva-s & Sânscrito - Relação entre letras sânscritas e tattva-s do Trika. Parabéns a ambos pelo massivo e perfeito trabalho!
  6. Aproveite!

01/06/2019 - ANIVERSÁRIO: 20 ANOS!

pic 20

ANIVERSÁRIO: 20 ANOS!

  1. Em abril de 1999, após ter estudado muitos assuntos (Sânscrito, Shaivismo Trika, Vedānta, Sāṅkhyayoga, etc.) por dezesseis anos, comecei a pensar em o que fazer com todo aquele conhecimento. Apesar de ter dado aula a pessoas da minha cidade na época, isso não era suficiente. Internamente, eu sabia que precisava de uma expansão, mas não sabia como proceder. De qualquer forma, continuei, por um tempo, em um estado no qual estava constantemente transtornado por pensamentos sobre uma expansão. Finalmente, decidi pedir a Parabhairava (o Ser de tudo) uma solução para esse sério dilema. Em minhas meditações, comecei a perguntar-Lhe sobre o que eu deveria fazer para gerar uma expansão de conhecimento. De repente, um dia, Ele respondeu. Sua Voz interna claramente me disse: 'Construa um website!'. Em minha tradição, sabemos que, quando uma mensagem se repete constantemente, ela vem do Senhor, e não do ego. Assim, continuei a questioná-Lo todo dia sobre a mesma coisa, e a resposta era sempre a mesma: 'Construa um website!'. Após seguir esse curso de ação por um mês, ao menos entendi que a mensagem era genuína, e não uma fantasia do meu ego. Havia outro detalhe que me fez entender que era Sua mensagem, e não minhas próprias ideias: eu mal sabia o que era um website!

    Então, com a ajuda do co-fundador Andrés Muni (o qual não está mais participando em minha comunidade), fundei o website. De qualquer forma, na época, eu não tinha nem um telefone em casa (não estou brincando). Portanto, tive que instalar um para ter Internet, porque, na época, era necessário ter um modem conectado à linha telefônica para poder desfrutar da Internet. Além disso, a Internet era muito cara e limitada a um certo número de horas por mês. Eu lembro que contratei um plano que me dava 50 horas por mês. Consequentemente, mal tinha 2 horas por dia. Após todo esse incômodo, comecei a aprender como construir um website básico. O primeiro local do website foi algum lugar na vizinhança do Geocities. Num primeiro momento, eu não possuía um nome de domínio e um servidor privado pago, obviamente. Isso viria depois. O primeiro programa que usei para criar o website foi o muito básico e desconfortável Adobe GoLive. Foi um sofrimento trabalhar com aquele software, certamente. Atualmente uso o Dreamweaver, é claro. Eu trabalhava off-line na construção das páginas, e, dentro do meu limite de Internet diário de quase 2 horas, fazia o upload dos conteúdos e navegava pela Web em busca de conhecimentos sobre como construir um website ainda melhor. A primeira página que subi (a mais antiga no website) foi 'Aprendendo Sânscrito - Primeiros Passos (1)'. Mas esse é o nome atual. O primeiro nome foi algo do tipo: 'Sânscrito na Argentina - 1'. Um nome absolutamente nacionalista, de fato, devo confessar!

    O website primitivo era feito inteiramente em HTML simples (sem CSS e muito menos PHP). Estudei e refinei o website por cinco anos até que, em 2004, pude apresentar algo mais ou menos 'aceitável' de ser chamado de 'website' (Abandonei, há alguns anos, o nome de domínio 'sanskrit-sanscrito.com.ar', como você certamente sabe). Adicionalmente, adicionei um Blog satélite. A princípio, o IAST (sigla em inglês para "International Alphabet of Sanskrit Transliteration", ou "Alfabeto Internacional de Transliteração Sânscrita") não estava disponível em fontes Unicode, diferentemente de hoje. Usei uma fonte ANSI primitiva denominada 'Sanskrit 98' até 2003, quando migrei para a fonte 'Sanskrit 2003' (uma fonte Unicode). E essa falta de suporte a IAST me forçou a criar o meu próprio sistema de transliteração, o ASTHA (sigla em inglês para "Alphabet of Sanskrit Transliteration for HTML, made in Argentina", ou "Alfabeto de Transliteração Sânscrita para HTML, feito na Argentina"), haha! Eu era muito Argentino na época, aparentemente!

    O constante avanço da tecnologia me forçou a aprender novas coisas e a refinar o website inteiro. Por exemplo, gastei um número insano de horas convertendo o ASTHA para IAST moderno no website inteiro, passei um mês da minha vida só para converter HTML para XHTML Strict, etc. Juntamente a esses esforços vigorosos para manter o website tão atualizado quanto possível, continuei a publicar longas páginas cheias de conteúdo relevante. Adicionalmente, em 2005, por ser tão exigente o trabalho no website, decidi deixar de ganhar a vida para dedicar todo o meu tempo ao website. Em 2009, o site expandiu para outro idioma: português brasileiro. Os colaboradores brasileiros começaram a chegar. Tive que trabalhar bastante para incluir o novo idioma, certamente. Naquela época, o website ainda era estático, o que implicava que todas as mudanças tinham que ser 'feitas manualmente'. Em 2010, com minha conquista da Liberação e do estado de Guru, o website começou a ser mais especificamente relacionado ao Shaivismo Trika. De qualquer forma, não mudei ainda o título do site e o nome de domínio.

    Em 2012, finalmente, um programador húngaro profissional veio a mim e me propôs mudar todo o website para um formato dinâmico baseado em PHP e HTML 5. Eu aceitei, e ele trabalhou bastante por alguns meses. Ficamos em constante contato para que o processo prosseguisse da maneira correta. Milhões de e-mails foram escritos durante o processo inteiro, como você deve imaginar. Em 12 de novembro, pudemos finalmente publicar o novo formato dinâmico do website. Foi uma mudança muito drástica para o melhor! E, apesar de ter mudado de design duas vezes desde então, o website nunca mudou sua natureza dinâmica sólida. Em 2014, um colaborador húngaro me propôs expandir o website ainda mais, para incluir uma seção no idioma húngaro. Eu aceitei, e o processo de atualização começou. Novamente, tudo isso consumiu um número insano de horas! Para manter um website progredindo, é necessário trabalhar realmente muito. No final de tão tremendo esforço, a seção húngara tornou-se disponível para os visitantes. Agora, o website podia se gabar de ter quatro versões em quatro idiomas. E, em 2015, outro idioma foi adicionado: russo! E, finalmente, no final de 2016, o último idioma foi adicionado: hindi. Em suma, o website atualmente suporta 6 idiomas.

    No final de 2016, mudei para um novo e rápido servidor (um VPS), e, em agosto de 2017, decidi mudar o título e o URL do website de 'Sanskrit & Sánscrito' e 'sanskrit-sanscrito.com.ar' para 'Sanskrit & Trika Shaivism' e 'sanskrit-trikashaivism.com'. Por quê? Mudei o título porque 'Sanskrit & Sánscrito' foi criado quando o website era apenas em inglês e espanhol. Com a adição de quatro idiomas, o título deixou de comunicar o real conteúdo do website. Além disso, o antigo URL .com.ar demandava um processo extremamente burocrático para ser renovado a cada ano (lembre-se de que vivo em Moscou e a Argentina está muito longe). Assim, apesar de ter mantido o URL internacional antigo ( 'sanskrit-sanscrito.com'), implementei um novo URL que comunicava o conteúdo real do website: 'sanskrit-trikashaivism.com'.

    Ao longo desses 20 anos, traduzi completamente várias escrituras, tais como os Śivasūtra-s, Śivasūtravimarśinī, Spandakārikā-s, Spandanirṇaya, Paramārthasāra, Pātañjalayogasūtra-s, etc. E muitas outras escrituras estão em progresso, tais como Parātrīśikāvivaraṇa, Ṣaṭtriṁśattattvasandoha, Tantrāloka, etc. Traduzir escrituras (e ainda por cima explicá-las aos visitantes) consome muito tempo, pois tenho que verificar que muitos dos termos estão completamente precisos. Isso me força a ler muito. Por exemplo, atualmente, para traduzir o Tantrāloka, estou lendo praticamente todo o comentário de Jayaratha diretamente em Sânscrito. O processo é infernal, obviamente. E, para tornar as coisas ainda mais complicadas, o meu método de tradução é palavra por palavra. Por que estou traduzindo palavra por palavra, e não da forma como a maioria dos tradutores faz, ou seja, de forma fluente? Por dois motivos: Porque, dessa forma, se alguém tiver dúvidas sobre minha tradução de um certo termo, ele pode buscá-lo em um dicionário de Sânscrito. Além disso, este website também trata do idioma Sânscrito. Assim, é muito útil para estudantes de Sânscrito ter uma escritura completamente desmantelada. Dessa forma, eles(as) podem ver como a escritura foi montada pelo autor original.

    Se cheguei a esse ponto no desenvolvimento de meus ensinamentos, é tudo graças ao website, o qual foi escrito por comando explícito do Grande Senhor. Por exemplo, por meio de processos misteriosos, o website me trouxe a Moscou, a partir de onde pude expandir meus ensinamentos muito mais rapidamente, e por aí vai. Há um mistério em Seus comandos que não pode ser compreendido a primeira vista. Deve-se apenas cumprir Seu mandato ao pé da letra, e tudo ficará muito bem. Fiz exatamente isso!

    Permita-me expressar meu mais sinceros agradecimentos aos colaboradores que estão ativos atualmente, isto é, Paulo e Claudio, do Brasil; Marlon Melin, do Canadá; Dávid Durvāsās e Tamás István Énisz, da Hungria; e minha própria esposa, Natalia Ambikā, da Rússia. Também, meus sinceros agradecimentos a Zoltán Kṣemarāja (o desenvolvedor), o qual, apesar de não participar na minha comunidade no momento, continua a me ajudar de tempos em tempos quando o website precisa de alguma correção técnica. Além disso, quero estender meus agradecimentos a todas as pessoas que colaboraram comigo para expandir o website, mas que, pela própria natureza do Jogo do Parabhairava, estão agora ausentes. Tem sido uma aventura de 20 anos no Ser Massivo do Grande Senhor, verdadeiramente!

    Finalmente, considero este website como meu 'sevā' ou serviço ao Parabhairava (o Ser Supremo). Portanto, apesar das expansões em minha missão que virão em breve, continuarei lutando para manter o website tal como sempre foi até agora: Um website totalmente grátis, totalmente livre de anúncios. Que o Supremo Bhairava agrade-se com meu serviço!
  2. E, agora, alguns dados estatísticos. Lembre-se que este website lida com tópicos que não são muito populares neste mundo. Suponho que, se eu publicasse um website sobre posições de Yoga, estaria recebendo mais visitantes: (1) 2000 a 3000 visitas por dia. (2) Os principais países a visitar 'Sanskrit & Trika Shaivism' são, nesta ordem: Estados Unidos, Índia, Espanha, Brasil, Canadá, Argentina, Federação Russa, México, Grã-Bretanha e Hungria.
  3. Feliz aniversário! Aproveite!

28/05/2019 - Tantrāloka: Capítulo 4 (parte 2/2)

pic 19

  1. Agora, está finalmente publicada a segunda e última porção (estrofes 151 a 279) do quarto capítulo do Tantrāloka!
  2. O quarto capítulo do Tantrāloka, que trata de Śāktopāya (o meio que pertence a Śakti), está completamente concluído.
  3. Até agora, traduzi 955 de 5847 estrofes (por volta de 16% da escritura inteira).
  4. Nesse quarto capítulo, Abhinavagupta explicou: (i) Purificação dos vikalpa-s, (ii) a essência da lógica superior, (iii) a real natureza do Guru, (iv) inutilidade dos membros do Yoga, (v) desprezo à adoração artificial, etc., (vi) emergência das rodas da Consciência, (vii) o poder dos mantra-s, (viii) a real natureza de uma oração murmurada, etc. (e) (ix) igualdade de regras e proibições.
  5. Agora vou prosseguir ao quinto capítulo!
  6. Aproveite!

28/04/2019 - Mais traduções: Leia aqui!

pic 18

  1. Nossa colaboradora Natalia Ambikā concluiu sua tradução ao russo de Aprendendo Sânscrito - Primeiros Passos (2). Parabéns pelo grande esforço!
  2. Terminei meu livro sobre Parabhairavayoga!
  3. Porém, iniciei um segundo pequeno livro sobre Shaivismo Trika. Tive que escrever 40 aforismos em Sânscrito e em verso. Neste momento, estou prestes a terminar o segundo livro... e por ora não haverá terceiro livro. Planejo publicar ambos os livros durante este ano.
  4. Após concluir meu segundo livro, poderei continuar minha tradução do Tantrāloka aqui.
  5. Aproveite!

24/03/2019 - Sanskrit Editor NUI: Novo software!

pic 18

  1. Nosso colaborador Marlon Melin lançou uma nova versão do seu software: Sanskrit Editor NUI.
  2. Marlon explica o que é o novo Sanskrit Editor NUI: "Sanskrit Editor NUI - usa como padrão a fonte Microsoft Nirmala UI para a escrita Devanāgarī (disponível em Windows 8.1 e superior) . Use essa versão caso não possa instalar fontes no seu computador devido a restrições do administrador. Isso resolverá o problema da escrita aparecer como pequenos quadrados em vez de caracteres. Para melhores resultados, sempre use a versão original com as fontes recomendadas, se possível (a menos que você prefira a fonte Nirmala UI!)".
  3. Assim, Sanskrit Editor NUI altera a fonte Sânscrita de Devanāgarī utilizada por padrão, de 'Sanskrit 2003' para 'Nirmala UI'. Isso é muito importante para pessoas que não podem instalar fontes (nesse caso, a fonte 'Sanskrit 2003') devido a restrições impostas pelo administrador. Essa situação é muito provável de acontecer em um local de trabalho. O novo Sanskrit Editor NUI vem para ajudar pessoas que estão nessa situação. Bom trabalho, Marlon!
  4. Estou quase terminando o meu livro de Parabhairavayoga. Apenas adicionando gráficos e coisas do tipo. Será publicado durante este ano, espero.
  5. Aproveite!

07/03/2019 - Novas traduções: Leia aqui!

pic 17

  1. Natalia Ambikā, nossa colaboradora, traduziu ao russo Aprendendo Sânscrito - Primeiros Passos (1) [nossa página mais antiga no website]. Incrível!
  2. Adicionalmente, ela também traduziu ao russo ambas as páginas Disposição tradicional do alfabeto sânscrito e Uma melhor disposição do alfabeto sânscrito. Parabéns!
  3. Meu trabalho no livro sobre Parabhairavayoga está demorando mais do que eu planejava. Embora o conteúdo principal do livro já esteja escrito, estou agora adicionando mais coisas (tenho uma tendência de tornar tudo enorme, sabe). Além disso, o tamanho do glossário será enorme (até agora, por volta de 400 entradas). Será o livro básico para estudantes de Parabhairavayoga. Como sempre, na prática, nada é tão simples quanto na teoria. De qualquer forma, pretendo concluir tudo este mês.
  4. Aproveite!

11/02/2019 - Tantrāloka: Capítulo 4 (parte 1/2)

pic 16

  1. Está agora publicada a primeira porção (estrofes 1 a 150) do quarto capítulo do Tantrāloka!
  2. O quarto capítulo do Tantrāloka trata do Śāktopāya (o meio que pertence a Śakti). Nessa primeira parte, Abhinavagupta explica a purificação dos vikalpa-s (explicando de forma simples: 'pensamentos'), a essência da lógica superior, a natureza real do Guru, a inutilidade dos membros do Yoga (do Yoga de Patañjali), indiferença em relação à adoração artificial, etc., e ele começa a explicar o surgimento das rodas da Consciência (um tópico que ele irá completar na segunda parte).
  3. Até agora, traduzi 826 de um total de 5847 estrofes (por volta de 14% de toda a escritura).
  4. Tem sido uma tradução muito difícil, devido à complexidade dos assuntos sendo tratados (e o Sânscrito de Abhinavagupta não é um passeio pelo parque). Precisei praticamente sempre da ajuda do comentário de Jayaratha, também em Sânscrito (não tão difícil quanto o de Abhinavagupta, mas, mesmo assim, não é tão simples, porque os tópicos em si não são nada simples). Oa ensinamentos são, portanto, muito profundos.
  5. O quarto capítulo inteiro contém 279 estrofes. Assim, as 129 estrofes restantes serão publicadas no futuro próximo.
  6. Agora, preciso de aproximadamente duas semanas para completar meu livro sobre Parabhairavayoga. Índices, glossário, etc. serão escritos mais tarde (ah, sim, dá bastante trabalho, realmente). Esse livro será uma espécie de livro principal sobre Parabhairavayoga. Em suma, será a pedra fundamental de todos os ensinamentos nos quais o meu Yoga se baseia. Planejo publicá-lo ainda este ano! Após esse curto mas duro trabalho, continuarei o Tantrāloka.
  7. Eu nunca paro, e, mesmo quando pareço estar descansando, não estou apenas descansando, mas sim criando algo novo em meu intelecto!
  8. Ah! Algo muito maior também está lentamente mais firmemente se aproximando! Vou te deixar com o mistério!
  9. Aproveite!

31/01/2019 - Novas traduções: Leia com atenção!

pic 15

  1. Dávid Durvāsās, nosso colaborador, terminou de traduzir ao húngaro a primeira porção (estrofes 1 a 150) do terceiro capítulo do Tantrāloka. Ótimo trabalho!
  2. Natalia Ambikā, outra colaboradora, terminou de traduzir ao russo a última porção da seção 3 da Śivasūtravimarśinī. Com essa atualização, Natalia concluiu completamente a Śivasūtravimarśinī inteira. Parabéns pelo imenso esforço!
  3. Ambos os colaboradores continuam a trabalhar em mais material, é claro.
  4. Da minha parte, continuo trabalhando (metade do caminho andado, no momento) no quarto capítulo do Tantrāloka. Haverá aí uma atualização em breve!
  5. Aproveite!

23/01/2019 - Tantrāloka: Capítulo 3 (parte 2/2)

pic 14

  1. A segunda parte do terceiro capítulo do Tantrāloka está completa. E, com esta atualização, posso afirmar que o terceiro capítulo inteiro está agora completamente traduzido.
  2. Nessa segunda parte, Abhinavagupta conclui sua explicação de Mātṛkācakra (O grupo de letras), e, depois disso, ele faz uma exposição sobre Pratyāhāra (a combinação da primeira letra e da última letra do alfabeto Sânscrito).
  3. Śāmbhavopāya, o meio de Śambhu, é chamado por Abhinavagupta de: 'Dissolução da mente'. É caracterizado pela ausência de pensamento e o constante aumento (o Estado de Śiva está constantemente ativo).
  4. Agora continuo trabalhando no capítulo 4, —que trata do Śāktopāya—, dessa linda escritura!
  5. Aproveite!

06/01/2019 - Tantrāloka: Capítulo 3 (parte 1/2)

pic 13

  1. Agora, as primeiras 150 estrofes do capítulo 3 do Tantrāloka, sobre Śāmbhavopāya, estão completamente traduzidas!
  2. Por meio desses aforismos, Abhinavagupta explica completamente o Bimbapratimbimbavāda (A teoria do objeto e sua reflexão). Em seguida, ele começa a explicar Mātṛkācakra (O grupo de letras), um tópico que ele irá concluir nas estrofes restantes do terceiro capítulo.
  3. Nosso colaborador Dávid Durvāsās terminou sua tradução do inglês ao húngaro do segundo capítulo do Tantrāloka. Parabéns novamente!!!
  4. Aproveite!

18/12/2018 - Tantrāloka: Capítulo 2

pic 12

  1. O segundo capítulo do Tantrāloka está concluído. Adicionarei notas explicativas no futuro.
  2. Esse segundo capítulo trata do Anupāya (lit. desprovido de meio). Esse é o Mais Alto Estado no Shaivismo Trika. Dois tipos de pessoa atingem essa condição: (1) É o Estado Final que um Yogī alcança, em geral, após intermináveis anos de imenso esforço. (2) Pouquíssimas pessoas 'especialmente abençoadas' conseguem entrar nesse estado desde o início devido a uma outorga de Graça muito intensa de Śiva.
  3. Em Anupāya, não há nada a se fazer (nenhuma meditação, nenhuma adoração, nenhum estudo de escrituras, etc.). É simplesmente um estado ininterrupto do Supremo Śiva, o qual, uma vez alcançado, permite que o Yogī continue com sua vida normalmente. Se ele estiver comendo, ele continua comendo, se estiver falando, continua falando, etc. Não há nenhum sādhanā nesse, por assim dizer, 'caminho'.
  4. Nosso colaborador Dávid Durvāsās terminou de traduzir ao húngaro a segunda página e a terceira página do primeiro capítulo do Tantrāloka. Parabéns!
  5. Agora, continuo trabalhando no capítulo 3 —que trata do Śāmbhavopāya— dessa importantíssima escritura!
  6. Aproveite!

10/12/2018 - Tantrāloka: Melhoria na página de índice

pic 11

  1. Refinei a página de índice do Tantrāloka, para que passe a ficar muito mais útil.
  2. Adicionei três características: (a) Substituí os títulos anteriores de cada capítulo com os títulos originais dados por Abhinavagupta em Sânscrito no final do primeiro capítulo; (b) Adicionei as respectivas traduções dos títulos dos capítulos, obviamente; (c) Adicionei uma descrição curta —dada por Abhinavagupta no final do primeiro capítulo— de cada capítulo, para que os visitantes possam ter uma boa ideia do conteúdo incluso.
  3. Agora continuo trabalhando no capítulo 2 dessa importantíssima escritura!
  4. Aproveite!

08/12/2018 - Tantrāloka: Capítulo 1 (parte 3/3)

pic 10

  1. Boa notícia! Com a publicação da tradução das estrofes 301 a 332 do Tantrāloka, o capítulo 1 inteiro está completamente traduzido!
  2. Segundo o que Abhinavagupta escreveu no final do primeiro capítulo, esse livro é apenas para 'super' Guru-s. Veja:
    'Somente estão autorizados a examinar/discutir (estes meus ensinamentos) os Guru-s que têm (seus três) mala-s destruídos, que conhecem o supremo e o inferior --ou seja, que conhecem 'a' e 'ha'--, que estão estabelecidos no verdadeiro ser de Śiva'.
    Com isso em mente, não há surpresa se a maioria das pessoas não conseguirem entender 'algo' em Tantrāloka. Além disso, ainda não estarei adicionando notas explicativas. Então, meu ponto aqui é que você não deveria sentir-se frustrado(a) se, depois de ler, ainda não for possível entender completamente. É algo que requer um alto nível de erudição e experiência direta.
  3. Meu trabalho nessa escritura continua!
  4. Aproveite!

05/12/2018 - Novas traduções: Leia!

pic 9

  1. Primeiramente, nosso colaborador Dávid Durvāsās concluiu sua tradução do inglês ao húngaro do primeiro capítulo do Tantrāloka. E a página de índice foi traduzida também, é claro. Parabéns!
  2. Além disso, Natalia Ambikā concluiu sua tradução do inglês ao russo dos aforismos III.23 a III.33 da Śivasūtravimarśinī. Parabéns a ela também!
  3. Bem, nossos tradutores húngaros e russos estão trabalhando duro, evidentemente. Certamente, é um enorme esforço traduzir escrituras tão complexas, cheias de tantos termos técnicos complicados em Sânscrito. Continuem o bom trabalho!
  4. Aproveite!

28/11/2018 - Tantrāloka: Capítulo 1 (parte 2/3)

pic 8

  1. Outro grande esforço e as estrofes 150 a 300 do Tantrāloka (capítulo 1, que lida com diferentes tipos de conhecimento) estão agora completamente traduzidas.
  2. O estilo erudito de Abhinavagupta está se tornando mais e mais difícil. Isso não é nenhuma surpresa! Ele usa terminologia especial aqui e ali, o que torna o texto extremamente difícil de traduzir. Além disso, o estilo de escrita dele é tão complexo que se pode dizer que metade do esforço com cada estrofe é gasto para superar esse obstáculo. Novamente, nenhuma surpresa! Abhinavagupta sempre foi o bicho-papão do Shaivismo Trika, e há sérios motivos para ele ter recebido esse nome.
  3. Assim, só faltam 32 estrofes para terminar o primeiro capítulo. Um pouco mais de esforço, e estará feito.
  4. Aproveite!

01/11/2018 - Tantrāloka: Capítulo 1 (parte 1/3)

pic 7

  1. Primeiramente: As primeiras 150 estrofes do Tantrāloka (capítulo 1, que trata dos diferentes tipos de conhecimento) estão completamente traduzidas. Um enorme esforço, realmente! Um QI alto não é suficiente para fazê-lo; é necessária ajuda extra de Paramaśiva. Além dessa ajuda, também me referi constantemente ao comentário de Jayaratha para algum esclarecimento. Sem essa ajuda extra, não se pode cruzar o oceano de conhecimento do Tantrāloka, nem mesmo se o seu intelecto for um campeão. O que é divino não pode ser compreendido pelo que não é divino. Estou muito feliz!!!!
  2. Dávid Durvāsās (ex Dávid Farkas) esteve trabalhando bastante também. Ele terminou (1) o segundo capítulo do Mālinīvijayottaratantra; (2) a Parte 3 (estrofes 3 a 4) do Parātrīśikāvivaraṇa e (3) a Parte 4 (estrofes 3 a 4) da mesma escritura. Incrível esforço!!!!
  3. Estamos extremamente contentes!!!!!!!
  4. Aproveite!

20/10/2018 - Várias notícias: Leia!

pic 6

  1. Natalia Ambikā publicou sua tradução ao russo da Śivasūtravimarśinī III.12-22. Parabéns por seu esforço imenso, Gurumā!
  2. Dávid Farkas terminou completamente sua tradução ao húngaro do Spandanirṇaya. Agora, ele iniciou sua tradução ao húngaro do Mālinīvijayottaratantra, e o primeiro capítulo dessa escritura já está disponível! Esforço imenso, Dávid!
  3. Enquanto isso, eu, Gabriel Pradīpaka, terminei de traduzir as primeiras 95 estrofes do primeiro capítulo do Tantrāloka. Você achou que eu tinha saído de férias? Não, já que sempre estou trabalhando duro por trás das cenas. Poderei publicar minha tradução das primeiras 150 estrofes desse capítulo inicial no futuro próximo — espero, pois lutar contra esse monstro aterrorizante nunca é tarefa fácil para nenhum intelecto. A profundidade dos ensinamentos de Abhinavagupta me força a ler muitos outros materiais além do Tantrāloka (por exemplo, outras escrituras, comentários, um milhão de interpretações possíveis, e coisas assim). Sempre é um processo que toma muito tempo, daí a demora. Sânscrito sempre é o menor dos problemas no que se trata de traduzir escrituras de Abhinavagupta.
  4. Aproveite!